5 atualizações do WhatsApp que Eu odiei – e talvez você também

As atualizações do WhatsApp são bastante aguardadas pelos usuários — principalmente no Brasil, onde o mensageiro segue como o app mais usado. Mas isso não significa que as novidades sejam sempre bem-vindas. Muitos upgrades causam indignação entre os usuários, que reclamam abertamente nas redes sociais, sobretudo no Twitter.

Algumas atualizações são controversas: alguns amam, outros odeiam. Outras parecem desagradar a todos, mas, com o passar do tempo, as pessoas acostumam com a mudança, e o incômodo cai no esquecimento. A seguir, o TechTudo lembra cinco updates do WhatsApp que muita gente odiou quando foram lançados.

1. MUDANÇA NA COR

A mudança de cor do WhatsApp para Android, implementada em setembro do ano passado, gerou polêmica entre os usuários. Muitas pessoas detestaram o verde mais claro na barra de navegação do app, assim como nos balões dentro dos chats.
Na ocasião, os internautas foram às redes sociais para reclamar da nova paleta de cores do app. Mas, pelo visto, o incômodo aconteceu por falta de costume: cerca de dez dias após a mudança, as buscas pelo assunto no Google já haviam acabado, segundo dados do Google Trends.

2. CÂMERA COM ZOOM INDESEJADO

Outra mudança indesejada na versão do aplicativo para celulares Android aconteceu em junho de 2021, quando a câmera do WhatsApp passou a aplicar zoom que aproximava muito a imagem. Isso acontecia ao abrir a câmera do aplicativo nas conversas e nos Status. Ao tirar a foto, porém, o zoom voltava ao normal.

A mudança de comportamento veio com uma atualização do WhatsApp Beta. Nesse sentido, vale ressaltar que o zoom, diferente dos outros itens desta lista, não foi um recurso planejado pelo mensageiro. Em vez disso, tratava-se de um bug, que foi posteriormente corrigido pela empresa.

3. FIM DAS NOTIFICAÇÕES DE CONVERSAS ARQUIVADAS

Muita gente odiou quando o WhatsApp parou de notificar novas mensagens em conversas arquivadas. Lançada em julho do ano passado, a atualização fez com que os chats fossem direcionados para uma pasta chamada “Arquivadas”, o que, na prática, deixou as conversas mais escondidas.

O incômodo veio por parte dos usuários que tinham o costume de arquivar conversas velhas, mas não indesejadas, e que perderam novas mensagens pela falta de notificação. Quem tinha o hábito de arquivar os chats confidenciais, porém, aplaudiu a iniciativa, que chegou no Android e no iPhone (iOS). Nos dois sistemas, o usuário pode voltar ao modelo original através das configurações.

4. ATUALIZAÇÃO NA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O início de 2021 foi marcado por uma grande controvérsia do WhatsApp: a mudança na política de privacidade. O novo termo, que passou a vigorar em 8 de fevereiro, previa o compartilhamento de dados e conversas com as empresas parceiras do Facebook — que ainda não havia mudado de nome para Meta. As informações compartilhadas incluem endereço de IP, número de telefone e atividades realizadas no app, entre muitas outras.

A atualização motivou o CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, a ir ao Twitter postar a mensagem “Usem Signal”. Depois disso, o mensageiro ultrasseguro viu o número de downloads disparar na App Store e na Google Play Store. Ainda assim, o WhatsApp segue como o mensageiro mais usado no mundo e o mais popular em 150 países, incluindo o Brasil.

5.WHATSAPP STATUS

O WhatsApp Status é um recurso bem aceito hoje em dia, mas ele nem sempre agradou o público. Quando foi lançado, em 2017, o Status recebeu muitas críticas. A principal era a inutilidade de mais um aplicativo com a funcionalidade de mensagens efêmeras, já consolidada pelo Snapchat e Instagram.

Os usuários também não gostaram da mudança na interface provocada no aplicativo. A aba do Status tomou o lugar dos contatos, que foram redirecionados para botões mais “escondidos”, tanto no Android quanto no iOS. Além disso, o recurso chegou sem a possibilidade de publicar mensagens de texto, capacidade incorporada apenas seis meses depois do lançamento. Fonte-techtudo