Zenfone 9 no Brasil, Galaxy S23, Xiaomi 13 vaza e mais | planta TC

 135 total views

É hora de ficar bem informado sobre tudo que rolou nos últimos dias em mais uma edição do Duty TC, nosso “jornal” semanal onde separamos as melhores notícias da semana para que você fique por dentro de tudo em um só lugar.

Na edição desta semana comentamos sobre os lançamentos da ASUS no Brasil, rumores de Xiaomi 13 e Galaxy S23, Xbox Series S chamado de “batata” pela desenvolvedora, novo iPad e Apple TV, retorno do BLU ao Brasil e novo iPhone SE com um iPhone face XR

Perdeu alguma dessas novidades? Então continue rolando para baixo para ver o que aconteceu.



One UI 5.0 com Android 13 no seu Galaxy, Netflix barato e mais |  plantar





Tecnologia
14 de outubro




BGS 2022 traz jogos exclusivos, linhas Pixel 7 e Xiaomi 12T s





economia e mercado
08 de outubro


ASUS é lançado no Brasil



Depois de muito tempo sem lançar nada no Brasil, a ASUS chegou com um celular novo e vários notebooks novos esta semana. Todos eles foram lançados há algum tempo, sendo as grandes novidades o Zenfone 9 com hardware potente em corpo compacto e o Zenbook 17 Fold OLED, o primeiro notebook da marca com tela dobrável.

O telefone tem quase tudo que você esperaria de um modelo top de linha, incluindo Snapdragon 8 Plus Gen 1, certificação IP68, som estéreo, tela AMOLED de 120 Hz e até 16 GB de RAM, além de uma câmera dupla com um sensor principal de 50°. megapixels e ultrawide de 12 megapixels.

O notebook se destaca por sua tela que assume 17 polegadas quando “aberto” e 12,5 polegadas quando dobrado no modo notebook, permitindo que metade seja usada para exibir conteúdo enquanto a outra metade se encarrega de posicionar o teclado. O hardware também é robusto, com processador Intel de décima segunda geração e sistema de som produzido pela Harman Kardon.

O Zenfone 9 já está disponível para compra com preço sugerido de R$ 4.000 em sua versão mais básica, e o notebook com tela dobrável chega em novembro, ainda sem preço oficial.

Quem também pode chegar em breve é ​​a dupla ROG Phone 6 e 6 Pro. Os modelos já foram homologados pela Anatel e aguardam apenas o anúncio da ASUS no Brasil, o que também deve acontecer no próximo mês de novembro.

Rumores do Xiaomi 13



Saindo do Brasil para a China, a Xiaomi deve apresentar em breve sua linha Xiaomi 13, que já apareceu em edições passadas do Duty TC. Nos últimos dias tivemos outro gostinho do que está por vir, com certificações e vazamentos dando mais detalhes tanto no modelo básico quanto na versão Pro.

Sobre o Xiaomi 13, foi comentado que o modelo deveria até manter a recarga de 67 W vista em seu antecessor, ao invés de ir para os 120 W já vistos até mesmo nos intermediários da marca.

O Xiaomi 13 Pro já tinha outra imagem vazada, agora em prata, reforçando que devemos ver um novo módulo de câmera na parte traseira que muda a organização de um retângulo vertical para um quadrado com cantos arredondados.

Diferente da imagem anterior, agora temos até a marca Leica dentro do módulo da câmera, indicando que é um modelo mais acabado e mais próximo do que teremos na versão comercial. Você não pode dizer muito mais pela imagem, mas o Xiaomi 13 Pro deve ter uma câmera principal com sensor de 1 polegada e recarga de 120 W como as maiores diferenças da versão menor.

Além dos tops de linha, a Xiaomi não deve demorar muito para atualizar sua família de gama média Redmi Note, com o Note 12 saindo em outubro. Os detalhes sobre os dispositivos são escassos, mas podem inaugurar o carregamento de 210W no modelo mais caro, chegando inicialmente à China.

Rumores do Galaxy S23



Outros flagships que devem chegar em breve são os da linha Galaxy S23, e nos últimos dias tivemos algumas mudanças nos rumores sobre eles.

Diferente do que se imaginava, o Galaxy S23 Ultra não deve ter bordas tão finas acima e abaixo da tela, sendo apenas um pouco mais estreitas que as encontradas no S22 Ultra. Além disso, capas de proteção reforçaram o design dos três aparelhos, mostrando que teremos algo mais homogêneo em toda a linha no ano que vem.

Todos os modelos devem trazer o processador Snapdragon 8 Gen 2 globalmente, com o Galaxy S23 a partir de configurações com 8 GB de RAM, mesma capacidade do S22. Outro ponto a ser mantido seria a capacidade de recarga, com 25 W no modelo mais barato e 45 W nos dois mais caros.

A linha Galaxy S23 deve ser anunciada em fevereiro do ano que vem.

Batata Xbox Series S



E um desenvolvedor causou polêmica esta semana ao criticar duramente a Microsoft, ou mais especificamente o Xbox Series S.

De acordo com Lee Devonald, que trabalhou anteriormente como Senior Character Technical Artist na Rocksteady Studios, o console é responsável por limitar vários estúdios e, consequentemente, impedir que um salto maior de desempenho e qualidade seja visto em jogos de última geração.

No final de sua declaração, ele chegou a dizer que “toda uma geração de videogames está travada por causa dessa batata”, mostrando como é desanimador trabalhar com hardware muito inferior como obrigatório ao lançar novos títulos.

A discussão envolveu outros desenvolvedores, onde foi dito que muitos estúdios não queriam ter a obrigação de lançar seus jogos no Xbox Series S para entregar jogos realmente focados na nova geração de consoles.

Se a Microsoft ouvirá as reclamações e verá uma maneira de deixar os desenvolvedores mais felizes, ainda não se sabe.

Novo iPad e Apple TV



A Apple revelou alguns novos produtos esta semana sem muito alarde, incluindo três iPads e uma Apple TV.

A grande novidade da nova Apple TV 4K é a chegada do suporte para HDR10 Plus, viabilizado pelo novo processador A15 Bionic herdado do iPhone 14. O modelo também ganhou um novo controle que recarrega via USB-C, e quem quiser o versão com porta Ethernet para rede cabeada você precisará comprar o produto com 128 GIGA de armazenamento, pois a versão de 64 GIGA suporta apenas Wi-Fi.

Em relação aos novos iPads, os modelos Pro de 11 e 12,9 polegadas ganharam basicamente um chipset mais novo, agora com o Apple M2. Assim como nos modelos anteriores, a versão de 11 polegadas possui tela LCD tradicional, enquanto a de 12,9 polegadas possui painel Mini-LED para maior contraste, precisão de cores e brilho.

O iPad mais barato, agora em sua 10ª geração, tem um novo visual fortemente inspirado no mais recente iPad Air, incluindo bordas simétricas ao redor da tela, corpo colorido e laterais mais planas. O botão Home foi eliminado e agora o leitor de impressão digital está na lateral como em outros iPads.

O modelo ganhou um processador A15 Bionic atualizado, que suporta 5G e um desempenho bem mais interessante que o A13 Bionic do modelo anterior. Além disso, a tela cresceu um pouco, agora com 10,9 polegadas, e a porta Lightning finalmente deu lugar ao USB-C, finalizando a transição dos iPads para a conexão mais usada no mundo.

Todos os modelos já têm preços no Brasil, mas ainda não se sabe quando começarão a ser vendidos aqui.

BLU volta ao Brasil



Depois de uma corrida conturbada em 2018 que acabou sendo mais curta do que muitas pessoas esperavam, o BLU voltou ao Brasil novamente esta semana com o anúncio de três novos telefones básicos.

Os modelos chamados B3, B6 e B9 não tiveram muitos detalhes divulgados, mas vêm com preços entre R$ 1 mil e R$ 1,7 mil, sendo a maior diferença a proposta “Complete Box”.

De acordo com a marca, todos os aparelhos serão vendidos com um kit bem recheado na caixa, incluindo carregador, cabo USB-C, fone de ouvido Bluetooth e capa anti-impacto. A ficha técnica, porém, pode não ser muito empolgante, já que os dois modelos mais baratos contam com processador quad-core e bateria entre 3 e 4.000 mAh, mostrando um caráter bem básico mesmo para sua faixa de preço.

Ainda não se sabe quando os modelos serão vendidos ou por quais canais, algo que deve ser informado pelo BLU em um futuro próximo.

Novo iPhone SE com a cara do iPhone XR



Novos detalhes da quarta geração do iPhone SE mostram que o modelo pode finalmente abandonar o visual do iPhone 8 usado desde o aparelho de 2020, com tela maior, notch e face do iPhone XR.

Ao contrário do modelo apresentado em 2018, teríamos três cores mais sóbrias, chegando apenas em preto, prata e vermelho. Além disso, a grande mudança da nova geração seria a chegada do processador A15 Bionic, que curiosamente já está no iPhone SE lançado no início deste ano, o que pode causar alguma polêmica.

O único ponto ainda incerto é sobre a presença do Face ID, sendo possível que o notch sirva apenas para alocar a câmera frontal e os sensores de tela como no MacBook Pro mais recente, e não para o uso do sistema de reconhecimento facial 3D. Com isso, a autenticação seria por impressões digitais nas laterais, como nos iPads.

O novo iPhone SE é esperado no início de 2023, possivelmente durante o mês de março.