Elon Musk permite que funcionários da Tesla trabalhem no Twitter

 26 total views

Com a confirmação da compra do Twitter pelo bilionário sul-africano Elon Musk, várias mudanças aconteceram na rede social. Agora, o novo proprietário autorizou engenheiros da Tesla – sua empresa de carros elétricos –, The Boring Company e Neuralink a trabalhar também no Twitter.

De acordo com documentos divulgados pela CNBC, a lista inclui mais de 50 funcionários que integrarão o microblog em suas atividades. O diretor sênior de engenharia de software, Maha Virduhagiri, e o diretor de engenharia da Autopilot e TeslaBot, Milan Kovac, estão na lista.

para o site futurismo, a permissão de Musk para transferir nomes de uma empresa para outra mostra que ele desconfia dos atuais comandantes do Twitter. Vale lembrar que os dirigentes foram demitidos, enquanto a diretoria foi dissolvida. Cerca de 25% da carga de trabalho também tende a ser demitida.

Outro fator problemático, apontado pelo CNBC, reside nas divergências entre linguagens de programação entre Tesla e Twitter. Isso pode significar um problema para integrar o trabalho entre diferentes empresas.



Twitter remove mais de 1.500 contas em operação





Curiosidade
01 de novembro




O retorno de Vine?  Elon Musk quer ressuscitar app vv





andróide
01 de novembro


Além disso, a informação garante que Elon Musk teria forçado seus funcionários a trabalhar 12 horas por dia no Twitter. Sua intenção é gerar um sistema de verificação. Caso contrário, essas pessoas também serão demitidas.

Por outro lado, a Tesla tende a ser diretamente afetada, pois pode ter atrasos no desenvolvimento do seu software de condução autónoma daqui para a frente.

Então, o que você acha da atitude de Musk como dono do Twitter? Nos digam!