Driver AMD indica que os processadores “Dragon Range” e “Phoenix” terão gráficos RDNA 3

 238 total views

A AMD parece ter confirmado que sua próxima geração de processadores com gráficos integrados — popularmente conhecidos pelos usuários da marca como “Unidades de Processamento Acelerado” ou “APUs” — será equipado com núcleos de arquitetura RDNA 3o mesmo que alimenta as novas placas gráficas da série Radeon RX 7000.

Conforme descoberto pelo site sonho celacanto na última terça-feira (22), a AMD atualizou seu driver gráfico com linhas de código que agregam suporte a processadores da linha Ryzen 7045, para notebooks gamer de alto desempenho; e Ryzen 7040, para aparelhos voltados ao público em geral. Entenda os detalhes abaixo.

As linhas de código mencionam especificamente a família de processadores com gráficos integrados e inserem suporte para “SoC21” e “GFX1103”, codinomes que são usados ​​para identificar chips gráficos baseados na arquitetura RDNA 3. Nesse caso, o codinome “GFX1103” é usado para fazer referência às GPUs Navi 33.

Em retrospectiva, podemos esperar que a nova geração de processadores com gráficos integrados funcione com potência baixa a média. O Ryzen 7045, codinome “Dragon Range”, deve funcionar com TDP de 55W. O Ryzen 7040, codinome “Phoenix, deve ser mais econômico e ter um TDP entre 35W e 45W.

Ambas as linhas serão sucessoras da família “Rembrandt” lançada este ano e prometem trazer grandes saltos de desempenho e eficiência graças à nova litografia de 5 nanômetros. A AMD ainda não revelou detalhes sobre esse hardware, mas é possível que seu anúncio oficial ocorra junto com a nova linha de chips para desktop em janeiro, durante a CES 2023.